RESENHA: DIVERGENTE (VERONICA ROTH)

Sinopse:
Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.

Título: Divergente

Título Original: Divergent
Autor: Veronica Roth
Ano de Lançamento: 2011
Número de Páginas: 488 (Versão Brasileira: 504)
ISBN:  9788579801310



Essa é sem dúvidas a resenha que mais tive orgulho de fazer de todas do blog, não por ter lido mais um livro da minha estante. Mas sim, pois vi que nada é impossível. Quando peguei esse livro em inglês achei que o leria sem problemas algum, já que fazia dois anos que fazia curso de inglês. Foi ai que meu assustei já que demorei mais de meia hora para ler umas cinco ou seis páginas do livro. Isso sem contar que precisava ficar o dia inteiro para ser um capítulo. Devido a isso parei a leitura dele diversas vezes. Mas finalmente chegou o dia que pegá-lo para ler, e agora leria até o final. E logo quando terminei de ler percebi a grande, não tão grande assim, evolução que passei. As buscas frequentes no dicionário por quase todos as palavras das páginas acabaram na metade do livro, e no final não o usei mais do que três vezes. Então, acredite que você pode fazer o que quiser e o faça! 
* Tradução livre. Não sei como ficou na tradução!
     No livro nos deparamos com uma Chicago futurística, que foi dividida em 5 facções:  Dautless (Audácia), Abnegation (Abnegação), Erudite (Erudição), Amity (Amizade) e Candor (Fraqueza). Cada uma das cinco toma conta de uma parte da cidade e parte das funções dela. O pessoal da Abnegation é responsável pelo governo, todos os políticos da cidade são dessa facção. A facção Amity toma conta dos campos onde plantam e colhem, são os hippies do livro. E assim segue com cada facção. A protagonista, Beatrice Prior, nasceu na Abnegation. Ela tem um irmão mais velho, Caleb, e seus pais são pessoas do governo. Logo na primeira páginas nos deparamos com o quão rígida é essa facção. Você tem uma data para cortar o cabelo, não pode falar nada na hora do jantar até a hora certa, não pode em hipótese alguma contrariar seus pais, dentre outras coisas. Mas existe um jeito de mudar isso, na Cerimônia de Escolha* os adolescentes de dezesseis anos podem escolher quais das cinco facções vão seguir para o resto de suas vidas. Mas antes disso eles passam pelo Teste de Aptidão*, que acontece um dia antes da cerimônia. No teste você passa por uma simulação, que te dá escolhas, e você as segue de acordo com sua personalidade. E no final você sabe qual das facções você deve escolher, se quiser, é claro! 

     Todo o teste acontecerá normalmente com Beatice, certo? Errado! No final de seu teste, que foi bem estranho, ela recebe a noticia que seu teste foi inconclusivo. Inconclusivo? Sim! Nele mais de uma facção foi apontada.O que só significa uma coisa, Beatrice é uma Divergente. Essa é uma das piores noticias que uma pessoa pode receber, ser um divergente é uma coisa extremamente perigosa.

     Na Cerimônia de Escolha, Beatrice pinga seu sangue em uma das cinco tigelas, e é a que pertence aos Dauntless. Agora ele é uma destemida. Bem, na verdade não ainda, os *iniciados têm que passar por três etapas antes de ser oficialmente um Destemido. São elas: 1º, o *estágio de combate. 2º, o *estágio da simulação e por último o 3º, o estágio da *Paisagem do Medo. Em todos os três estágios você teve estar dentro de um certo número no ranking, caso contrário você se torna um factionless, ou sem facção. E passará a morar debaixo de pontes e procurar comida nos lixos para sobreviver (A Abnegation doa diversas coisas para os factionless todos os meses). Tris vai conseguir passar nas três etapas? E o mais importante: Vai conseguir sair viva das três? Isso você só vai saber se ler o livro!

        É do meio do livro que a coisa toda começa a esquentar, nós somos surpreendidos por revelação que te deixam de boca aberta, pelo menos eu fiquei. E o final do livro é uma coisa tão louca. Ler Divergente me fez ver, por meio da escrita e a falta de piedade, like George R.R. Martin, da Veronica Roth o quão incrível é esse livro. Ela realmente não tem piedade alguma, só estou brincado, mas no final do livro sentei na cama e fiquei pensando: Caramba! A Tris se f*deu, perdeu trocentas pessoas em um nascer do sol (Spoilers Detected). E pelo que ouvi falar, as mortes só pioram nos outros dois livro da trilogia, e eu realmente não sei o que vou fazer da vida quando acontecer o que vai acontecer no Allegiant. Se você sabe o que vai acontecer, eu te conto: O Four morre! Brincadeira, não me matem. O Four não morre no Allegiant, mas a notícia foi devastadora. Eu nunca vi nada desse tipo em nenhum livro que já li. Mas como o pessoal que não tem mais o que fazer me presentou com esse spoiler, tudo que eu tenho que fazer é aceitar e me preparar para as outras surpresas dos outros dois livros.

11 comentários:

  1. Amo essa série, ótima resenha!

    bjs
    whoisllara.com

    ResponderExcluir
  2. Divergente é uma das minhas distopias favoritas. O final do primeiro livro me deixou de boca aberta, o final de Insurgente foi muito fo**. E aparentemente, Convergente não me deixará decepcionado (mas infelizmente recebi um spoiler comprometedor)! Leia os próximos, você vai adorar! ^-^

    http://thesagasofworld.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Já sei de que spoiler você está falando, e achei o máximo! haha
    Divergent foi meu primeiro livro em inglês, apanhei um pouquinho no começo mas depois do capítulo quatro eu consegui levar na boa. E a edição em inglês é super legal, né? Amei os extras.
    Adorei a resenha.
    Beijos,
    Livro de Unicórnios

    (Observação: te indiquei pra um desafio, confere lá? [:)

    ResponderExcluir
  4. Hey!Indiquei você para uma tag,da uma olhadinha lá!!:http://umlivroemummilhao.blogspot.com.br/2013/12/merry-christmastag-christmas-cracker.html
    Eu simplesmente AMO Divergente!!Adorei a resenha!!

    ResponderExcluir
  5. Achei o tema do livro interessante, vira e meche "Divergente" aparece na minha lista de leituras, mas eu sempre mantenho um pé atrás passando outros títulos na frente.
    E encontrei mais alguns pontos que me farão deixar o livro para outro dia, tenho graves problemas com falta de piedade hauahuahauhauah Um dos motivos de ter deixando "As Crônicas de Gelo e Fogo" para nunca mais.

    Gostei muito da sua resenha/crítica. Não esconde as partes sombrias do livro.

    Ana Flávia ♛ Queen Reader - Venha conhecer o Castelo!
    http://booksandcrowns.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu quero muito essa série, só estou esperando um precinho camarada, rs.
    Adorei o seu jeito de escrever resenhas, dou muita risada! É claro que já estou seguindo o blog e vou voltar sempre!

    depoisdeumlivro.blogspot.com
    espero a sua visita (: se gostar e quiser seguir, eu ficaria muito feliz, rs.
    beeeijos

    ResponderExcluir
  7. Oie, indiquei seu blog para o desafio de férias:
    http://cholandaoficial.blogspot.com.br/2013/12/serie-minhas-18-primaveras-tema-16.html
    Feliz Natal!

    ResponderExcluir
  8. Estou louca para ler.... é uma das minha metas de leitura par ao ano que vem :P

    ResponderExcluir
  9. Ah! Divergente... Que livro maravilhoso! Já li ele e comecei 'Insurgente', mas não me arrisquei a terminar. Na curiosidade, acabei lendo o final de 'Allegiant' e fiquei muito pra baixo, sério, não sei se vou continuar lendo a série. Pela resenha acho que você já deve saber do que tô falando, né? Ainda estou criando coragem :(
    Mas de qualquer forma, Divergente é maravilhoso! Adoro a Tris, ela é incrível!
    Mas enfim, adorei sua resenha, Gui! Tô tentando há um tempão fazer ela no meu blog, mas ainda não consegui deixá-la do jeito que eu queria haha
    Abração e sucessos pra você :D

    http://meninodoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Oi adorei sua resenha...mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..

    ResponderExcluir

imagem-logo
Livro VS Spoilers © 2013-2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Guilherme H. Scarpel
Tecnologia do Blogger